6 alimentos que a grávida precisa consumir! Entenda.

Neste artigo, confira 6 alimentos que a grávida precisa consumir e entenda por que.

Fonte: Freepik.

No processo de formação do bebê, desde os órgãos internos como o cérebro até os cabelos e a pele, os nutrientes dos alimentos participam. Saber o que cada nutriente oferece e ter uma dieta balanceada só trará benefícios para mãe e bebê.

Então, confira os nutrientes importantes e por que:

1- Leite e derivados:

Ricos em cálcio, agem na formação dos ossos e dentes do bebê. Por isso, consuma três a quatro copos de leite por dia (1000 mg), pode ser desnatado ou integral.

Mas há outros alimentos que também são ricos em cálcio, tais como: couve, agrião, mostarda, brócolis, sardinha em lata, feijão e produtos à base de soja como tofu.

2- Laranja, morando ou banana:

Nesses, encontramos o ácido fólico, um tipo essencial de vitamina B não produzido pelo organismo e que só pode ser obtido através da ingestão. Na gravidez, o ácido fólico atua no processo de multiplicação das células e reduz em até 75% o risco de má formação neurológica. Ingerir 400 mcg (0,4mg) de ácido fólico diariamente.

3- Carne e ovos:

Contém proteínas fundamentais para produzir as células e os tecidos novos da mãe e do bebê. Consuma mais ou menos 60g de proteínas por dia. Feijão, ervilhas, grão-de-bico, nozes, leite e derivados também são boas fontes.

Mas, no caso das grávidas vegetarianas, pode ser preciso suplementar vitamina B12, nutriente importante para formar o sangue do bebê e presente, basicamente, em proteínas de origem animal.

4- Feijão, lentilhas ou carne vermelha:

São ricos em ferro, por isso evitam a anemia na gravidez e complicações no parto. Sendo assim, é recomendado à gestante consumir todos os dias cerca de 30 mg de ferro.

Outra dica é: associe com alimentos riscos em vitamina C como sucos de laranja, acerola e goiaba, pois ajuda na sua absorção, e pode ser necessário fazer suplementação.

5- Carboidratos:

Se a grávida não consome carboidrato em quantidades adequadas, ela usa proteínas como fonte de energia. Isso não é bom, pois as proteínas devem ser poupadas para outras funções.

Pães, cereais, arroz, massas, batata e frutas são boas fontes de carboidratos. Mas dê preferência a pães, arroz e cereais integrais, que não passaram por processos de refino. Eles mantêm suas propriedades nutricionais.

6- Couve, espinafre ou brócolis:

Além de combater infecções e proteger as células, a vitamina C é necessária para fazer o colágeno, principal proteína estrutural do corpo do seu bebê.

Além disso, a vitamina C também ajuda o corpo a absorver ferro, que é um nutriente importante para o desenvolvimento do cérebro do pequeno.

Após saber tudo isso?

Busque orientação do nutricionista e monte um cardápio contendo nutrientes necessários para você e o bebê e adequado aos seus hábitos alimentares e à sua rotina.

Você também pode gostar...