A hora da separação entre mãe e filho: veja as dicas!

A hora da separação da mãe e bebê… Após viverem grudadinhos como carne e unha praticamente desde o nascimento, esse momento pode ser bem difícil para ambos.


Se nós que somos adultos ficamos ansiosos com novidades e mudanças, imagina para os pequenos, né? Por isso, o que resta às mamães (e familiares) é lidar com essa transição com tranquilidade, e principalmente, sem mentir para eles.

Como preparar a criança para a separação?

Um dos dias mais difíceis costuma ser aquele em que a mãe precisa/quer voltar a trabalhar. Mas, independentemente do caso: se a criança vai ficar com os avós, a babá ou na escolinha, eles precisam se preparar… e nós também.

1- Acostume a criança (e a você mesma) com separações.

Se a mãe passa muito tempo com a criança e de repente precisa passar um longo tempo longe, a separação pode ser mais difícil para os dois.
Por isso, comece a adaptação aos poucos, deixando-a com outras pessoas e sempre avise: “eu vou sair, mas vou voltar”. Assim, tanto ela quanto você vão se acostumar a ficar longe por um tempo.

2- Ela chorou demais, e agora?

É normal. É difícil? Também! Não se desespere junto. Converse para tentar acalmá-la. Até que se acostume, ela irá passar por essa etapa: sofre quando você sai, se tranquiliza quando você volta. Chegará a hora em que ela vai ter para si mesma a certeza de que a mamãe não irá desaparecer para sempre.

3- Sair escondida?

Jamais! Ela ficará mais desesperada ao se dar conta que você sumiu do nada.
É normal aparecerem problemas para comer e dormir! Quem nunca perdeu a fome ou o sono porque estava ansioso? Com a criança também não é diferente.

A saudade faz parte… ao mesmo tempo que ela está sendo exposta a isso, ela está aprendendo a lidar e dando um passo importante na própria vida.

Se você deseja entender por que o bebê chora quando você se afasta, não deixe de ler o artigo sobre esse assunto clicando aqui!

Você também pode gostar...