Amamentação: como é nas primeiras semanas de vida do bebê

Como é amamentar nos primeiros dias de vida do bebê
Amamentar nos primeiros dias

Sentir-se confortável com a amamentação não acontece do dia para a noite. Os primeiros dias são de intenso aprendizado tanto para bebê quanto para a mãe. Algumas mães se acostumam rápido, já outras levam um tempo. Entretanto, o ponto em comum é que todas produzem leite suficiente para os seus bebês. Se você, mãe, está passando ou vai passar por isso, vale ler este artigo até o final.

Preparando a amamentação antes do parto

Informações nunca são demais a cerca do assunto. Antes de dar a luz, porém, é importante ficar bem informada sobre a amamentação. Os canais que mais mais têm utilizado são as redes sociais. Outras recorrem a blogs, como o nosso que você está lendo agora.

Fora da internet, existem, também, aulas de pré-natais. Buscar uma consultora de amamentação também tem ajudado muitas mães. Estas consultoras auxiliam com a pega correta, posicionamento, extrações, entre outros.

Contato pele a pele

É muito importante este contato para mãe e filho. Isso porque, este contato fará com que ele se mantenha aquecido, calmo e estabilize a respiração. Encostar pele com pele significa pode ser com o bebê nu ou vestido apenas com a fralda contra a pele da mãe. A mãe, por sua vez, pode usar top ou cobertor.

Colostro, a primeira vacina

Os fluídos que os seios produzem nos primeiros dias após o nascimento chama-se colostro. Ele é espesso e geralmente tem a cor amarelo dourado. Este tipo de leite, portanto, é fundamental para a amamentação por ser bem concentrado.

Seu reflexo de descida

A sucção do bebê faz com que os músculos dos seios pressionem o leite em direção aos mamilos. O nome disso é reflexo de descida. Algumas mulheres têm uma sensação de formigamento Já outras, não sentem nada.

Às vezes, a mae perceberá que o leite está diminuindo em resposta ao choro do bebê ou quando toma um banho quente ou ducha. Isto é normal.

Você também pode gostar...