Gestante e Grávida

Como é amamentar gêmeos ou mais

Amamentação de gêmeos

Se você é mãe e acha desafiador amamentar um bebê, imagina dois?

É possível? Claro que sim!

Com apoio e informações adequadas, é possível amamentar gêmeos ou mais de dois.

Continue lendo para saber tudo sobre o assunto.

Há muito o que se considerar na amamentação de mais de um bebê. O básico, como toda mãe que amamentou já sabe, deve ser empregado: o conceito de oferta e demanda. Conseguir o posicionamento correto é outro ponto. Entretanto, o mais difícil é encontrar energia para aguentar. É válido, também, destacar a importância de nunca negar ajuda.

Como se preparar para amamentar gêmeos

É preciso começar ainda na gravidez. Mesmo que a mãe tenha amamentado há pouco tempo, é importante seguir os conselhos de especialistas. Mães de gêmeos também podem ajudar passando as experiências. Inclusive, para quem já passou por isso, garante que o início é só amamentar, amamentar e amamentar… Se prepare!

O princípio

Assim como ter um filho, a regra pele com pele também vale para gêmeos. Após o parto, é preciso colocar os bebês para iniciar a amamentação o mais rápido possível. É importante conversar com o parceiro e profissionais de saúde antes de tudo.

Será que a produção de leite é suficiente para gêmeos?

Deus é perfeito em sua criação e, por isso, a produção de leite é eficaz de acordo com a quantidade de filhos. Sendo assim, a mãe precisa ficar tranquila para não prejudicar o aleitamento. Se cobrar demais não é uma boa saída. Buscar informações e acompanhamento antes é o ideal, assim como mencionamos anteriormente. Além disso, é preciso tentar dormir e se alimentar bem.

Publicidade
Continua após a publicidade..

Amamentar os gêmeos juntos ou separados?

Esta principal dúvida deixamos para o final.

A resposta é: cada método tem seus méritos.

Amamentar os dois no mesmo momento economiza tempo, mas vai de cada mãe. As mamadas, por demanda ou não. No entanto, vale sempre conversar com algum especialista.

Mariana Bastos Gomes Nolasco

37 anos, casada, residente de Itaperuna.

Possui Graduação em:
Estética (2008),
Nutrição (2013),
Atualmente cursando Medicina (término em 2024).

Pós-Graduação em:
Docência do Ensino Superior;
Nutrição Clínica Funcional e Fitoterapia;
Neurociêntista.

Membro da Associação Brasileira de Nutrição Materno Infantil (ABRANMI).

Formação complementar: Doula, Consultora de Sono Infantil, Educadora Parental Infantil, Consultora em Aleitamento Materno, Laser terapeuta, Costureira Industrial do Vestúario, Modelagem Feminina e Maquiagem Profissional.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *