Amamentação

As 6 principais dificuldades na amamentação! Veja dicas:

É muito importante conhecer as principais dificuldades na amamentação se você está grávida ou já está amamentando, portanto confira dicas para evitá-las e solucioná-las.

1- Produção de leite atrasada

Nos primeiros dias após o nascimento, a mãe produzirá o colostro, um leite espesso e rico em nutrientes. Por volta do 3º a 5º dia, começa a descer o leite de fato.

O motivo mais comum para o atraso no início da produção de leite é o aleitamento materno não frequente ou insuficiente.

Por isso, se você tiver esse atraso ou uma diminuição na quantidade de leite, reveja a frequência e duração da amamentação, e também a pega do bebê no seio.

Estresse intenso, obesidade, diabetes, cesariana e outros fatores também podem ser a causa.

2- Baixa produção de leite

Amamentar com pouca frequência pode gerar atraso na produção, o que também pode causar uma queda na produção de leite.

Então, se o bebê suga corretamente e a produção de leite parece baixa, reveja seu histórico de saúde com o médico para descobrir se há algum problema de saúde, tratamento ou medicação interferindo.

Tabagismo, alguns medicamentos e preparações à base de plantas, anticoncepcionais e uma nova gravidez durante a amamentação também podem diminuir a quantidade de leite.

Dicas bônus para aumentar a produção de leite na amamentação:

Os itens seguintes ajudam a aumentar sua produção de leite materno:

  • Aumentar o número de sessões de amamentação ou de ordenha para 10 a 12 vezes por dia.
  • Ter mais contato pele a pele com seu bebê. Tire sua blusa e a roupa do bebê e coloque o bebê no peito com um lençol ou uma camisa sobre os dois.
  • Bombear os seios por vários minutos após a amamentação.
  • Considere utilizar um coletor de leite para uso hospitalar se achar que precisará bombear por um período prolongado de tempo.

3- Mamilos doloridos

A amamentação não deve doer e a pele do mamilo não deve rachar. Mas uma leve sensibilidade é ​​muito comum na primeira ou segunda semana de amamentação, depois disso não.

Entenda que os mamilos doloridos podem ser causados ​​por uma variedade de fatores e determinar a causa pode ser difícil. Então, converse com seu médico ou consultora de amamentação para sugestões sobre como resolver o problema.

Se os seus mamilos estão doloridos ou se os mamilos ou a aréola estiverem machucados, é mais provável que esteja relacionado a um processo incorreto de pega ou a uma sucção ineficaz.

4- Mamilos planos ou invertidos

Um bebê com pega eficaz tem sucesso ao mamar, mesmo se os mamilos da mãe parecem ser achatados. Mas alguns bebês podem precisar de algum tempo para descobrir como ele deve puxar o mamilo para dentro da boca e manter.

Publicidade
Continua após a publicidade..

Nesse caso, você pode ajudá-lo das seguintes formas:

5- Ducto de leite entupido

É como um caroço no seio e geralmente ocorre quando a mãe fica muito tempo sem esvaziar os seios ou remove leite insuficiente na amamentação, portanto atente-se a isso. Sucção ineficaz também pode contribuir.

O que fazer?

  • Anote a frequência da amamentação para ver se o tempo entre as mamadas mudou recentemente.
  • Use sutiã de amamentar no tamanho adequado, não use sutiãs que te apertam.
Sutiã de amamentar da Dica de Lingerie
  • Se o ducto entupir, amamente ou remova o leite com frequência e alterne as posições de amamentar.
  • Aplique compressas mornas na área ou mergulhe a mama em água morna.
  • Massageie a mama durante amamentação e após a aplicação das compressas mornas.
  • Se o nódulo não desaparecer em alguns dias, entre em contato com seu médico.

6- Mastite

Em caso de mastite, costumamos notar uma área avermelhada no seio.

A mastite pode ser uma infecção de mama ou causada por uma inflamação. Ambas podem se desenvolver por razões similares às do desenvolvimento do ducto mamário entupido.

Com a mastite, é muito importante manter a mama afetada vazia por meio de amamentação frequente ou extração em intervalos regulares, bem como descansar e manter-se hidratada.

Você também pode tomar medicamentos para o desconforto.

Se você desenvolver sintomas semelhantes aos da gripe ou se a sua temperatura aumentar para 38 ° C ou mais, ligue para o seu médico. Caso o seu médico prescreva um antibiótico, certifique-se de tomar todo o tratamento.

Mariana Bastos Gomes Nolasco

37 anos, casada, residente de Itaperuna.

Possui Graduação em:
Estética (2008),
Nutrição (2013),
Atualmente cursando Medicina (término em 2024).

Pós-Graduação em:
Docência do Ensino Superior;
Nutrição Clínica Funcional e Fitoterapia;
Neurociêntista.

Membro da Associação Brasileira de Nutrição Materno Infantil (ABRANMI).

Formação complementar: Doula, Consultora de Sono Infantil, Educadora Parental Infantil, Consultora em Aleitamento Materno, Laser terapeuta, Costureira Industrial do Vestúario, Modelagem Feminina e Maquiagem Profissional.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *