5 Fatores sobre o pré-parto que não contam para a gestante

Pré-parto, o que não te contaram

A ansiedade é inevitável até o dia do nascimento do filho. O medo também pode assombrar a mente da futura mamãe. Por isso, é importante que a gestante esteja bem informada de como será o pré-parto.

Por que nossa dica com relação a isto? Simplesmente porque, em muitos casos, a grávida só busca informações do pós-parto e do puerpério, mas nunca de como será o tão aguardado dia do parto.

Porém, embora as experiências sejam diferentes para cada mamãe, listamos aqui 5 fatores de como será o pré-parto.

1- Os hormônios ajudarão na vinda do bebê

Os hormônios irão ativar o corpo da mulher nas últimas semanas de gestação. Isto é necessário para que o corpo comece a se preparar para o parto.

2- Desconforto

Dificuldade para sentar, dor nas costas, excesso de peso, urinar com muita frequência… estes são alguns dos desconfortos sentidos pela gestante na reta final da gravidez.

Entretanto, o mais interessante diante desta situação, é que algumas grávidas sentam vontade de faxinar uma casa. Normal, desde que não exagere, pois ela precisará de energia para dar a luz.

3- Perda de peso

Tudo o que muitas mulheres amam ler: “perda de peso”. No pré-parto, a mulher grávida poderá perder até 500g diárias antes de dar a luz. Isto acontece por causa das alterações hormonais, que reduzem a retenção de líquido.

4- Na sala de pré-parto

É o momento em que a gestante fará diversos exames de sangue, cardiotocografia, entre outros… Além disso ela é medicada e recebe a visita do anestesista que fará uma avaliação pré-anestésica.

5- Contrações

As contrações indicam que a gestante está em trabalho de parto. No início, elas vêm em intervalos de 20 a 30 minutos. Aos poucos, ficam mais fortes e duram mais tempo. Por fim, se tornam frequentes até que vêm em intervalos de três a cinco minutos. Caso a mamãe queira cronometrar, é só anotar o tempo exato que cada uma começa e quanto dura. 

Você também pode gostar...