Amamentação

Fatos surpreendentes sobre a amamentação

Fatos surpreendentes sobre amamentação

Você sabia que o leite materno é chamado de “ouro líquido“?

Este nome se dá porque é uma substância que nutre, adapta às necessidades do bebê e até protege contra doenças. Além deste, confira em nosso artigo outros fatos surpreendentes sobre a amamentação.

Fatos surpreendentes

1- A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda amamentar até 2 anos de idade. Em muitas culturas, no entanto, a amamentação ocorre até os 4 anos de idade;

2- A amamentação reduz os riscos de câncer de mama e de ovários, diabetes tipo 2 e depressão pós-parto;

3- Adolescentes e adultos que foram amamentados na infância, tem menor chance de desenvolver sobrepeso e diabetes;

4- O marketing sobre as fórmulas que substituem o leite materno são altamente monitorados;

5- Mães desnutridas podem amamentar os bebês. O mais interessante, contudo, é que o leite produzido por elas é tão bom que é capaz de nutrir a criança.

Fatos sobre o leite materno

6- Nos primeiros dias após o nascimento, os seios produzem o colostro. Ele é rico em nutrientes, cheio de cálcio, proteínas, minerais e anticorpos que os pequenos precisam. O colostro, inclusive, é considerado a primeira vacina;

7- O leite materno é adaptável. Se a mãe e bebê estão doentes, o número de anticorpos e glóbulos brancos no leite aumentará para combater as infecções;

8- O leite materno ajuda no sono do bebê. Isso porque, ao final do dia, o leite contém mais serotonina – hormônio que auxilia quando a criança for dormir;

9- O que a mãe come pode influenciar no sabor do leite. Assim, o bebê começa a se familiarizar com sabores.

Publicidade
Continua após a publicidade..

Fatos sobre mães que amamentam

10- A amamentação pode queimar entre 400 e 600 calorias por dia, o que explica tanta fome neste período;

11- Enquanto a mãe amamenta, seu cérebro libera prolactina e oxitocina, que são os hormônios da sensação boa, deixando a mãe feliz;

Fatos sobre bebês amamentados

12- O recém nascido enxerga claramente em foco de 20 a 40 centímetros de distância do seu rosto. Isto significa que que ele pode ver enquanto é amamentado;

13- O olfato dos bebês é bem apurado ao sentirem o leite materno. É por isso que eles viram a cabeça para a mãe quando estão com fome;

14- Estudos apontam que bebês amamentados têm menos probabilidade de desenvolver infecções nos ouvidos, respiratórias e gastrointestinais;

15- Se o bebê passa por um surto de crescimento, ele passará a querer amamentar muito mais e os seios entendem o recado ao aumentar o teor de gordura.

Gostou do artigo? Registre seu comentário e envie o link do blog para outras mães.

Mariana Bastos Gomes Nolasco

37 anos, casada, residente de Itaperuna.

Possui Graduação em:
Estética (2008),
Nutrição (2013),
Atualmente cursando Medicina (término em 2024).

Pós-Graduação em:
Docência do Ensino Superior;
Nutrição Clínica Funcional e Fitoterapia;
Neurociêntista.

Membro da Associação Brasileira de Nutrição Materno Infantil (ABRANMI).

Formação complementar: Doula, Consultora de Sono Infantil, Educadora Parental Infantil, Consultora em Aleitamento Materno, Laser terapeuta, Costureira Industrial do Vestúario, Modelagem Feminina e Maquiagem Profissional.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *