Bebê e Criança

Qual é a idade ideal para o bebê sair de casa?

Com quantos meses o bebê já pode sair de casa pela primeira vez? Esta é uma questão muito válida.

É natural querer apresentar o mundo para o seu bebê, mas quando se trata de sair de casa, pode haver uma série de fatores a serem considerados. E um dos maiores fatores é a segurança do bebê em relação à contaminação.

É claro que poderá depender das circunstâncias, mas os médicos aconselham que o bebê saia quando já estiver com aproximadamente 2 meses.

Por que esta idade?

Os bebês ainda não estão com a sua imunidade totalmente formada quando nascem.

Mas, ao completar 60 dias, ele já pode contar com fatores como:

  • Recebeu o leite materno que o protege com anticorpos contra doenças infectocontagiosas;
  • Tomou as principais vacinas;
  • Está aprendendo a se proteger termicamente.

Quando não é indicado?

Sair com o bebê antes dos sete dias não é indicado, nem mesmo para a mãe, pois ela ainda está em fase de recuperação do parto.

Mas é importante lembrar que até mesmo receber visitas podem ser perigosas para a saúde do bebê.

Onde posso ir com o bebê?

O lugar onde se vai com o bebê é um fator relevante. Quando se trata de passeios com um bebê pequeno, é importante escolher locais que sejam seguros e adequados para a idade e necessidades do dele.

Publicidade
Continua após a publicidade..

Em casas de familiares e amigos, tudo bem. Já shoppings e supermercados são considerados lugares inadequados, pois são fechados e tem um aglomerado de pessoas, contendo mais riscos.

Os pais devem preferir um espaço tranquilo.

Aqui está uma ótima sugestão de lugar que pode ser agradável ​​e seguro para visitar com um bebê:

Parques:

Muitos parques possuem áreas verdes para passear com o carrinho do bebê. Verifique se o parque tem áreas sombreadas para proteger o pequeno do sol e leve um cobertor ou tapete para que ele possa brincar e engatinhar.

Mariana Bastos Gomes Nolasco

37 anos, casada, residente de Itaperuna.

Possui Graduação em:
Estética (2008),
Nutrição (2013),
Atualmente cursando Medicina (término em 2024).

Pós-Graduação em:
Docência do Ensino Superior;
Nutrição Clínica Funcional e Fitoterapia;
Neurociêntista.

Membro da Associação Brasileira de Nutrição Materno Infantil (ABRANMI).

Formação complementar: Doula, Consultora de Sono Infantil, Educadora Parental Infantil, Consultora em Aleitamento Materno, Laser terapeuta, Costureira Industrial do Vestúario, Modelagem Feminina e Maquiagem Profissional.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *