Amamentação

Bebidas doces na amamentação podem prejudicar o bebê. Entenda!

A Importância da Alimentação Materna na Amamentação

A amamentação é um período crucial para o desenvolvimento saudável do bebê, e a alimentação da mãe desempenha um papel fundamental nesse processo. Estudos recentes revelaram que o consumo de bebidas doces durante a amamentação pode ter efeitos adversos sobre o bem-estar e o desenvolvimento cognitivo do bebê. Neste artigo, exploraremos os impactos negativos das bebidas doces na amamentação e a importância de fazer escolhas saudáveis para garantir o melhor para o seu bebê.

Bebês podem ficar mais propensos a desenvolver problemas cognitivos se a mãe ingerir bebidas doces na amamentação. Isso é o que diz o estudo publicado pela The American Journal of Clinical Nutrition. Os pesquisadores se surpreenderam com a grande influência da alimentação da mãe na amamentação. A pesquisa analisou a quantidade de bebidas açucaradas que 88 mães consumiram durante o primeiro mês de amamentação. Com dois anos de idade, os bebês foram avaliados pelo comportamento.

Os Riscos Associados ao Consumo de Bebidas Doces na Amamentação

Os bebês das mães que disseram ter ingerido açúcar enquanto lactantes apresentaram desenvolvimento cognitivo abaixo da média, isso mostra a importância desse cuidado na alimentação das gestantes.

O consumo excessivo de bebidas doces, como refrigerantes, sucos industrializados e outras bebidas adoçadas, durante a amamentação pode trazer consequências prejudiciais para o bebê. Estudos têm mostrado que altos níveis de açúcar na dieta da mãe estão relacionados a problemas cognitivos, como dificuldades de aprendizagem e desenvolvimento abaixo da média.

Efeitos na Saúde e Comportamento do Bebê

As bebidas doces na amamentação podem levar a alterações no comportamento do bebê, como irritabilidade, agitação e problemas de sono. Além disso, o consumo excessivo de açúcar pode aumentar o risco de obesidade infantil e o desenvolvimento de preferência por alimentos açucarados desde cedo, o que pode ter impactos negativos na saúde a longo prazo.

Alimentos que podem afetar o leite materno

A descoberta de que bebidas doces ingeridas durante a gravidez podem afetar o bebê é nova. Entretanto, é importante saber que existem alimentos que podem influenciar ainda mais. São eles:

  • Chocolates: consumido em excesso pode causar irritabilidade e diarreia no bebê
  • Cafés, chás e refrigerantes tipo cola: alimentos que possuem cafeínas em alta doses podem provocar irritabilidade e padrão deficiente de sono
  • Leite e derivados: o bebê pode apresentar intolerância à lactose e alergia a proteína do leite de vaca
  • Oleaginosas: o consumo de nozes, castanhas, amêndoas, amendoim, pistache e mais, podem deixar os bebês hipersensíveis ou alérgicos a esses alimentos
  • Bebidas alcoólicas: além de reduzir a produção de leite, o etanol passa no leite materno na mesma concentração presente no sangue da mãe.

Alternativas Saudáveis para Hidratação durante a Amamentação

Ao invés de optar por bebidas doces, é recomendável que as mães escolham opções mais saudáveis para se hidratarem durante a amamentação. A água é a melhor escolha, pois mantém a hidratação adequada sem adição de açúcar ou outros aditivos prejudiciais. Chás naturais sem adição de açúcar, como camomila, hortelã ou erva-cidreira, também são boas opções.

Publicidade
Continua após a publicidade..

Cuidando da Saúde e Nutrição Materna

Uma dieta balanceada e saudável durante a amamentação é essencial para fornecer os nutrientes necessários para o crescimento e desenvolvimento adequados do bebê. Optar por alimentos nutritivos, como frutas, vegetais, grãos integrais, proteínas magras e laticínios com baixo teor de gordura, ajudará a garantir que o bebê receba os nutrientes necessários por meio do leite materno.

A Importância do Acompanhamento Profissional

Por que é recomendável que a gestante procure uma nutricionista para acompanhá-la durante os 9 meses? A vantagem é para se ter uma orientação dos melhores alimentos para o bebê, como também a vigilância do ganho de peso.

Com orientação profissional, a gestante poderá, inclusive, tirar dúvidas sobre ingerir bebidas doces na amamentação. Com isso, ela poderá saber o que pode ser substituído, por exemplo.

Aqui no blog temos um artigo bem interessante sobre o assunto, que vale ser conferido clicando aqui.

Mariana Bastos Gomes Nolasco

37 anos, casada, residente de Itaperuna.

Possui Graduação em:
Estética (2008),
Nutrição (2013),
Atualmente cursando Medicina (término em 2024).

Pós-Graduação em:
Docência do Ensino Superior;
Nutrição Clínica Funcional e Fitoterapia;
Neurociêntista.

Membro da Associação Brasileira de Nutrição Materno Infantil (ABRANMI).

Formação complementar: Doula, Consultora de Sono Infantil, Educadora Parental Infantil, Consultora em Aleitamento Materno, Laser terapeuta, Costureira Industrial do Vestúario, Modelagem Feminina e Maquiagem Profissional.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *