Amamentação

Leite materno: Aliado na saúde bucal do seu filho

O leite materno é o alimento perfeito para o bebê. Ele possui a quantidade adequada de nutrientes e gordura, além de enviar anticorpos produzidos pela mãe até sua criança.

A principal diferença entre o leite materno e o leite de vaca é a quantidade de gordura presente. O leite de vaca pode acabar levando o bebê a desenvolver obesidade, além de possuir deficiência em alguns nutrientes essenciais.

Já a fórmula possui nutrientes adequados e uma quantidade de gordura aceitável, porém não possui os anticorpos produzidos pelo corpo da mãe, importantes em um momento em que o sistema imunológico da criança está se desenvolvendo.

Esses anticorpos são os responsáveis por evitar que diversas infecções se desenvolvam.

Segue abaixo alguns benefícios do leite materno:

  • Possui nutrientes essenciais para o bebê;
  • Possui a quantidade correta de gordura;
  • Auxilia na hidratação do bebê;
  • Possui anticorpos que evitam infecções.

Não necessariamente ligado à saúde física, mas o aleitamento materno aproxima a mãe do bebê, o que torna o processo de amamentação mais confortável.

Até quando alimentar somente com leite materno?

O aleitamento materno exclusivo deve ser realizado até os seis meses de idade.

A partir desse momento deve-se iniciar o processo de introdução alimentar, porém sem retirar o leite materno, que deve continuar até pelo menos até os dois anos de idade da criança.

Quais os benefícios na saúde bucal da criança?

A amamentação oferece apenas benefícios para a saúde bucal da criança, sendo altamente recomendada por especialistas.

A sucção realizada no mamilo proporciona o correto desenvolvimento do complexo crânio-facial da criança. Dessa maneira, auxilia no desenvolvimento dos ossos, da musculatura da face e dos dentes.

Além disso, a sucção das mamas evita que a criança desenvolva hábitos nocivos para a saúde bucal, como chupar dedo ou chupeta. Vale lembrar que o uso indiscriminado de chupeta e bicos como o da mamadeira pode levar a uma má formação da arcada dentária.

Para evitar que a criança precise utilizar o aparelho ortodôntico tradicional ou o aparelho invisível no futuro, é recomendado cautela na utilização de mamadeiras e chupetas, dando prioridade para a amamentação materna.

Outro benefício do aleitamento materno é a prevenção de cáries. A partir do momento em que se inicia a introdução alimentar de sólidos, deve-se prestar mais atenção e começar a limpeza dos dentes do bebê.

Dessa maneira, evita-se o desenvolvimento de cáries, tártaro e manchas, reduzindo a probabilidade de a criança vir a precisar de um clareamento dental a laser, por exemplo, antes da idade recomendada.

Publicidade
Continua após a publicidade..

Quando perceber que seu bebê está com os primeiros dentes nascendo, visite um dentista pediatra para que ele oriente nos cuidados com a saúde bucal de sua criança. O cuidado com a escovação de um bebê são um pouco diferentes dos cuidados de pessoas adultas.

Se você quer evitar a perda precoce das dentições pela criança, o aleitamento materno também pode contribuir, já que ele aumenta a qualidade dos tecidos dentários que estão se formando, por serem ricos em cálcio e em minerais essenciais para esse desenvolvimento.

De toda forma, as facetas de resina podem auxiliar caso haja acidentes após o surgimento dos dentes permanentes. Contudo, isso só acontece anos mais tarde, logo, preservar os dentes de leite, os cuidados são essenciais.

Dessa maneira, os dentes que nascem são mais resistentes a rachaduras, ou à quebras e lascas, evitando que seja necessário repará-los utilizando massas ou facetas de porcelana para isso.

Como realizar a escovação de bebês?

Utilize escova própria para os pequenos, como aquela escova de dedo. Ela facilita o acesso aos dentes da criança, além de ser bem macia.

Escove os dentes do bebê todas as vezes em que ela se alimentar. Porém, a utilização de pasta de dente com flúor deve ser realizada no máximo uma vez por dia, em quantidade próxima à meio grão de ervilha.

Caso não encontre pasta de dente sem flúor, pode ser realizada apenas a escovação mecânica dos dentes, buscando retirar os restos de alimentos sólidos.

Tenha cuidado com a saúde bucal em sua criança desde cedo. Auxilie sempre na escovação e no fio dental.

Conforme ela vai crescendo e ganhando autonomia, incentive a escovação três vezes por dia e o uso do fio dental pelo menos uma vez.

Dessa maneira, ela irá se acostumar à rotina de limpeza, o que irá trazer muitos benefícios para toda a vida, diminuindo as chances de desenvolvimento de qualquer problema por falta de higiene bucal. O que, por sua vez, diminui as chances de realização de procedimentos mais invasivos como implante dentário antes e depois da fase adulta.

Mariana Bastos Gomes Nolasco

37 anos, casada, residente de Itaperuna.

Possui Graduação em:
Estética (2008),
Nutrição (2013),
Atualmente cursando Medicina (término em 2024).

Pós-Graduação em:
Docência do Ensino Superior;
Nutrição Clínica Funcional e Fitoterapia;
Neurociêntista.

Membro da Associação Brasileira de Nutrição Materno Infantil (ABRANMI).

Formação complementar: Doula, Consultora de Sono Infantil, Educadora Parental Infantil, Consultora em Aleitamento Materno, Laser terapeuta, Costureira Industrial do Vestúario, Modelagem Feminina e Maquiagem Profissional.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *