Moleira do bebê, o que você precisa saber

Imagem Bebê Mamãe

Também conhecida como fontanela, a moleira do bebê é a abertura no crânio onde os ossos ainda não cresceram juntos. Muitos pais têm medo de lidar com esta parte. De fato, trata-se de uma região sensível, mas que desempenha dois papéis importantes.

São eles

1- Nascimento: ao deixar espaço para os ossos do crânio se moverem durante o parto. As fontanelas permitem que a cabeça do bebê passe pelo estreito canal do parto sem danificar o cérebro.

2- Crescimento: a cabeça de um bebê cresce mais rapidamente nos primeiros dois anos do que em qualquer outra época da vida. Os espaços entre os ossos do crânio deixam o espaço necessário para a expansão do cérebro durante esse período de rápido crescimento. 

Tipos de moleiras

Muitas pessoas se enganam ao achar que existe apenas uma moleira na cabeça do bebê. A verdade é que existem dois tipos:

  • Moleira anterior: ela está no topo da cabeça e tem formato de diamante. É aquela que a maioria das pessoas conhece como “ponto macio”. Mede cerca de 1 a 3 centímetros ao nascer, mas pode ser maior ou menor.
  • Moleira posterior: se encontra na parte de trás do crânio do bebê e tem forma triangular. Geralmente mede menos de ½ centímetro ao nascer.

Quando a moleira do bebê fecha?

Os ossos do crânio não fecham completamente durante a infância. Isso porque, o cérebro ainda precisa de espaço para crescer. Entretanto, uma vez que os ossos crescem a ponto de preencher os espaços abertos, a moleira é considerada fechada.

A ordem que a moleira do bebê fecha é assim (mas é relativo):

Posterior: entre 1 e 2 meses;

Anterior: entre 9 e 18 meses.

Enfim, como cuidar da moleira do bebê?

Parece um bicho de sete cabeças, mas não é. Contudo, envolve entender o que é normal e saber o que observar:

1- As fontanelas do bebê devem ficar retas em relação a cabeça. Elas não podem parecer inchadas ou afundadas na cabeça da crianças;

2- Ao passar suavemente os dedos sobre o topo da cabeça do bebê, o ponto macio deve parecer macio e plano com uma ligeira curva para baixo.

3- É comum que ao chorar, vomitar ou deitar, a moleira anterior pareça elevada ou saliente. Não há motivo para preocupação, desde que volte ao normal quando o bebê tiver calmo;

4- Alguns pais observam a moleira pulsando como batimentos cardíacos. Isto é completamente normal.

Embora o ponto mole seja um espaço entre os ossos do crânio, uma membrana resistente sobre a abertura protege o tecido mole e o cérebro interno. Então você pode:

  • Tocar na cabeça do bebê, mesmo no ponto fraco;
  • Lavar o cabelo e o couro cabeludo;
  • Usar uma escova especial para o bebê;
  • Colocar uma bandana fofa.

A moleira também pode dar pistas da saúde do bebê. Sobre o assunto, os pais podem tirar dúvida com o pediatra da criança.



Você também pode gostar...