Anestesia peridural e a amamentação. Entenda!

Anestesia para cesariana
Imagem: Pixabay

Será que a anestesia peridural pode afetar a amamentação? Este é um questionamento muito comum entre as gestantes. Para entender, vale a leitura até o final deste artigo.

O que é a anestesia peridural?

A anestesia peridural, ou raquidiana, é um tipo de anestesia que bloqueia a dor de apenas uma região do corpo. Geralmente esta parte é da cintura para baixo. Este tipo de anestesia é feita de forma que a pessoa se mantenha acordada durante a cirurgia. Nas gestantes, ela é aplicada caso o parto seja cesárea.

A peridural pode afetar a amamentação?

Alguns estudos procuraram ligações entre a anestesia peridural e a amamentação. Os resultados foram diferentes. Alguns mostraram que doses mais altas do medicamento aplicado podem afetar a amamentação. Já as doses mais baixas parecem não dificultar.

Existem outros aspectos

Algumas mulheres podem apresentar dificuldades com o aleitamento materno. Mas isto não está totalmente relacionado ao tipo de anestesia. No caso de dúvidas, é importante que a mãe procure uma especialista no hospital para ajuda-la. O aleitamento materno oferece ótima nutrição para o bebê, quando não houver contraindicações médicas.     

Pode passar para o bebê?

Não, a anestesia raquidiana não se mistura com o leite. Isto a mãe pode ficar tranquila, de acordo com o médico Jurandir Coan Turazzi. Lembrando que a amamentação deve ser estimulada nas primeiras horas após o nascimento do bebê. Isto ajuda o leite a descer e a criança se acostumar.

Outras orientações

A mães que passam ou irão passar pela cesariana precisam saber de algumas coisas, como não levantar a cabeça após o parto. A orientação é ficar deitada e conversar pouco. Isto porque, a gestante pode vir a até cefaleia. Caso isto aconteça, ela precisará procurar um médico.

Você também pode gostar...