Gestante e Grávida

Por que evitar excesso de peso na gravidez?

Veja dicas:

Evitar o excesso de peso na gravidez envolve razões de cuidado com a saúde da mãe e do bebê.

O cuidado com o peso deve começar desde o primeiro trimestre.

Confira abaixo os motivos:

1- Contribui para evitar as estrias

A forma mais importante de prevenir as estrias durante a gestação é não ganhar peso em excesso.

2- Ajuda a evitar parto prematuro

O controle do peso contribui para evitar tanto o parto prematuro como o risco do bebê nascer obeso.

3- Previne a pré-eclâmpsia

Um grande perigo do excesso de peso na gravidez é a pré-eclâmpsia. Por isso, é preciso evitar muita massa, doce, frituras, comidas gordurosas e o abuso da ingestão de sal.

4- Previne a diabetes gestacional

Entre os fatores de risco da diabetes gestacional, excesso de peso e sedentarismo estão inclusos. Portanto, em muitos casos, só com a alimentação e a prática de atividade física já se consegue controlar a diabetes gestacional.

Publicidade
Continua após a publicidade..

5- Evita obesidade da mãe no futuro

Segundo o portal da Unimed Paraná, mulheres que ganham peso excessivamente durante a gravidez apresentam maior risco de se tornarem obesas.

O quanto devo engordar?

O termo ”comer por dois” durante a gravidez é muito popular, mas saiba que é um mito que não deve ser seguido.

Basta um aumento de 200 a 300 kcal por dia na dieta para que a gestante consiga atingir a meta adequada, que é de 0,5 kg por semana.

Mas saiba também que, durante a gravidez, não é hora de pensar em dieta nem em mudança de estilo de vida, não é indicado um jejum maior que 4 horas durante o período que a gestante esteja acordada.

Uma gestação saudável envolve apenas exercícios de baixa intensidade e uma alimentação reforçada, mas claro que reforçada não é o mesmo que exagerada.

Mariana Bastos Gomes Nolasco

37 anos, casada, residente de Itaperuna.

Possui Graduação em:
Estética (2008),
Nutrição (2013),
Atualmente cursando Medicina (término em 2024).

Pós-Graduação em:
Docência do Ensino Superior;
Nutrição Clínica Funcional e Fitoterapia;
Neurociêntista.

Membro da Associação Brasileira de Nutrição Materno Infantil (ABRANMI).

Formação complementar: Doula, Consultora de Sono Infantil, Educadora Parental Infantil, Consultora em Aleitamento Materno, Laser terapeuta, Costureira Industrial do Vestúario, Modelagem Feminina e Maquiagem Profissional.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *