Dilema De Muitas Mulheres: “Por Que Não Consigo Engravidar?”

Engravidar: um sonho distante para muitos casais

Por não conseguirem engravidar após várias tentativas, o sonho da maternidade parece mais distante para algumas mulheres. E esse resultado pode gerar desânimo, frustração e angústia. Mas, se é esse o seu caso, tenha calma! Muitas vezes, a solução é mais simples do que se imagina.

Antes de tudo, é preciso entender que você não é a primeira, nem será a última a enfrentar essa situação. Assim como você, várias mulheres um dia já se questionaram: “Por que não consigo engravidar?”.

Justamente para te ajudar a entender o que pode estar impedindo que “o seu positivo” chegue logo, escrevemos este artigo. Então, continue lendo e veja como proceder para obter êxito na fecundação!

O uso de anticoncepcionais

Se você está pensando em engravidar, o primeiro passo é abolir os anticoncepcionais o quanto antes.

O anticoncepcional é uma dose de hormônios que mexe com o corpo feminino, então, quando a mulher os deixa de tomar, o corpo entra em “choque”. Leva algum tempo para que o metabolismo volte ao normal, e a mulher volte a produzir seus hormônios normalmente.

O tempo de concepção após a suspensão da pílula pode variar de mulher para mulher. Em alguns casos, a gestação pode acontecer até seis meses depois, mas, para 85% das mulheres, esse prazo pode aumentar para 12 meses.

Inclusive, esse tempo pode se prolongar, principalmente, se a mulher tomou o anticoncepcional durante muito tempo.

Se a mulher sofre com períodos menstruais irregulares, também terá problemas nesse sentido, mesmo com a suspensão dos anticoncepcionais. Como consequência, ela poderá ter dificuldade em ovular (no caso de ovários policísticos) ou uma baixa reserva ovariana.

Se isso aconteceu com você, saiba que é necessário procurar um médico imediatamente.

Relações sexuais durante o período fértil

Entender o período fértil da mulher também é um importante passo para quem deseja engravidar, pois é nesse momento que o seu corpo está totalmente preparado para receber um embrião.

Grosso modo, o período fértil dura sete dias e acontece entre 10 a 14 dias após o primeiro dia da menstruação. Para ter um melhor controle desse período, o ideal é anotá-lo no calendário. Assim você saberá os melhores dias para ter suas relações sexuais.

O coito programado

Essa prática não se limita apenas à ter relações sexuais no momento certo. Um dos procedimentos mais eficazes e baratos, o coito programado consiste em um tratamento que estimula a produção dos ovários da mulher.

O tratamento utiliza um remédio que induz a mulher à ovulação, em que cada ovário produzirá entre 2 a 15 folículos. Isso pode ser feito via oral ou por meio de medicamentos injetáveis.

O uso do medicamento deve ser acompanhado de várias ultrassonografias. Esses exames identificarão o momento certo para que o coito seja praticado, ou seja, quando o folículo se romperá.

A manutenção do controle emocional

O estresse atrapalha, e muito, o casal a ter um filho. Seus efeitos são prejudiciais principalmente para o corpo da mulher, que produz uma substância que dificulta a fecundação.

Você já deve ter ouvido falar, por exemplo, de algum caso em que a mulher tentou engravidar durante anos e nunca conseguiu. No entanto, quando ela já havia desistido de ser mãe, o bebê surgiu!

Nesse sentido, o melhor a se fazer é manter a calma e não ter pressa — afinal, isso só vai dificultar ainda mais as coisas. Se for preciso, procure uma terapia para te ajudar a controlar a ansiedade.

Cuidados com a saúde do casal

Muitas pessoas ignoram o cuidado com o próprio corpo e acabam exagerando em bebidas alcoólicas, cigarros e má alimentação. Isso sem contar no próprio aumento do estresse por excesso de trabalho, por exemplo.

Pois saiba que essas atitudes são grandes vilãs para quem quer conseguir engravidar. E isso não vale apenas para a saúde da mulher! Afinal, se o casal quer ter um filho, o homem também deve colaborar e se atentar nisso.

O primeiro passo é investir em uma alimentação rica em vitaminas e minerais — como gérmen de trigo, ovos, azeite, óleo de girassol e o grão-de-bico — e evitar os carboidratos.

Praticar atividades físicas regularmente é outra importante recomendação. Dentre suas vantagens, podemos destacar:

  • melhora a circulação sanguínea;
  • aumenta a produção e a qualidade de espermatozoides;
  • diminui a ansiedade, além de melhorar o controle hormonal.

Vale lembrar ainda que os parceiros podem sofrer de algum problema de infertilidade. Então, antes de começar com as tentativas, o casal deve fazer exames médicos e checar se ambos estão aptos a ser pais. Lembre-se: muitos casos de infertilidade são reversíveis e facilmente tratados!

Ingestão de vitaminas

Sem dúvida, o melhor amigo de uma gestante ou de uma mulher que quer engravidar é o ácido fólico. Esse composto ajuda não só na formação e no fortalecimento do óvulo, mas também previne qualquer problema com o útero depois da concepção.

Aliás, os homens também podem tomar alguns suplementos para melhorar a qualidade dos espermatozoides. Mas, logicamente, tudo isso deve ser feito com o acompanhamento de um médico.

Ajuda profissional para engravidar

Se mesmo depois de ter feito tudo o que vimos aqui você não conseguiu engravidar, saiba que é hora de procurar um médico especializado. O momento aconselhado para se tomar essa atitude é após um ano de tentativas — isso para uma pessoa com a saúde boa.

Algumas mulheres têm problemas de saúde que atrapalham na concepção, como endometriose, ovário policístico e problemas de tireoide. Se esse é o seu caso, a situação é um pouco mais delicada e complexa. Portanto, o médico deve acompanhá-la desde a primeira tentativa. Aliás, se você não consegue engravidar e não sabe o porquê, talvez o motivo seja um desses problemas de saúde.

Contudo, não se limite a apenas um especialista: consulte-se com mais de um. Poderão ser pedidos exames de sangue para saber como está a sua saúde e o que pode estar impedindo a concepção.

Por fim, depois de tudo isso, uma última dica é procurar outras mulheres que estejam passando por problemas semelhantes. Assim vocês podem compartilhar experiências, e você ficará mais tranquila!

E aí, gostou do nosso post? Conhece alguém que também se pergunta “por que não consigo engravidar”? Então compartilhe essas dicas nas redes sociais e ajude outras mulheres que estão tentando engravidar!

  • 7 motivos pouco falados para exercitar-se na gravidez
    Exercitar-se durante a gravidez é importante para controlar o peso, a pressão arterial e prevenir diabetes gestacional. Mas vai muito além disso, você sabia? Confira abaixo motivos incríveis para te dar aquele ânimo para se mexer na gravidez. 1- Alívio dos incômodos típicos da gravidez: Exercitar-se na gravidez diminui o inchaço, enjoos, dores nas costas …
  • Bebê no inverno: como proteger o seu filho do frio
    Que o bebê fica fofo todo em camadas, isso não podemos negar, mas, para os novos pais, o inverno pode ser estressante. Isso porque, manter os pequenos seguros no frio requer cuidados, mas não é impossível. Existem várias maneiras de protegê-los e explicaremos neste artigo. Confira, a seguir. É seguro sair com o bebê no …
  • Lista de medidas para acalmar um bebê agitado
    Um bebê fica agitado por muitas razões. Pode ser por causa de cólicas, assadura no bumbum, candidíase, intolerância alimentar, confusão de bicos… Mas também pode ser simplesmente cansaço, excesso de estímulos, solidão, desconforto ou uma necessidade de atenção e carinho. E por aí vai… Primeiramente, entenda o que são os saltos de crescimento: Os saltos …
  • O que fazer em caso de muito leite na amamentação?
    Confira 8 dicas para caso de muito leite na amamentação. Por que a mãe precisa ter cuidado? A mãe precisa realmente ter cuidado com a hiperlactação. Se a quantidade de leite é maior do que o bebê consegue consumir e ele fica alojado na mama, gera muita dor, pode acabar empedrando ou até mesmo originando …
  • Impactos negativos do consumo excessivo de álcool na saúde bucal
    O cuidado com a saúde e higiene bucal deve ser algo constante na vida de todos, mas é somente um dos hábitos mantidos. Evitar coisas que podem contribuir para uma má qualidade de vida, como o álcool, também é fundamental. O consumo do álcool deve ser evitado, ainda mais se você já estiver apresentando algum …

Você também pode gostar...