5 maneiras de aumentar a produção de leite materno

Dicas de amamentação
FOTO: Alfcermed

Preocupação por não estar produzindo leite materno suficiente? Isso é comum por boa parte das mães. Isto é normal! Afinal, um “serzinho” chegou ao mundo e a mãe quer sempre garantir o melhor a ele. Se você, mãe, quer saber como aumentar a produção de leite materno, confira este artigo até o final.

1- Amamente com mais frequência

Amamente em livre demanda, ou seja, até quando o bebê decidir parar de mamar. Isso fará com que os hormônios que acionam os seios para produzir leite sejam liberados. Esse é o reflexo de “desapontamento”. O reflexo de descida acontece quando os músculos dos seios se contraem e movem o leito pelos dutos. Isso acontece logo após o bebê mamar. Quanto mais amamentar, mais leite os seios produzirão.

2- Bombeie entre as mamadas

Bombear entre as mamadas também vai ajudar com a produção de leite. Aquecer os seios antes de bombear pode ajudar a deixar mais confortável.

Bombeie sempre que:

  • Tiver leite sobrando depois de uma mamada;
  • O bebê perder uma mamada;
  • O bebê receber uma mamadeira de leite materno ou fórmula.

3 – Amamente de ambos os lados

A cada mamada, ofereça ambos os seios. Deixe-o mamar no primeiro até diminuir a velocidade ou parar de mamar. Em seguida, ofereça o segundo seio. Estimular ambos os seios, portanto, irá aumentar a produção de leite materno.

4- Mantenha-se hidratada

A hidratação é uma importante aliada na amamentação. Entretanto, é importante entender que não ingerir líquido não afetará produção de leite, mas fará como que haja risco de constipação e fadiga. Lembre-se: a sede não é indicador confiável de quanta água seu corpo precisa. Na dúvida, mate a sede e depois beba um pouco mais.

5 – Consulte seu médico sobre produção de leite materno

Geralmente as lactantes pesquisam no Google sobre produção de leite materno (quem nunca?). Se este foi o seu caso, é provável que encontrou sobre biscoito de lactação ou chá para a mesma finalidade. Pode ser uma ajuda, pode, mas a opinião do seu médico deve ser lei. Faça uma consulta com quem te acompanha e tire todas as suas dúvidas.

Gostou do artigo? Envie o link para uma amiga que está grávida.

Você também pode gostar...