Por Que Você Deve Cuidar da Sua Saúde Mental Nesta Quarentena?

Saúde mental nesta quarentena
Se desligue dos noticiários e curta a família

Quem iria imaginar que a humanidade passaria por uma tensão como esta? Se você está pilhada com bombardeio de informações, convido a ler este artigo até o final para entender os perigos de não cuidar da saúde mental nesta quarentena.

Aliás, esta situação pode se agravar ainda mais para mulheres que estão grávidas ou amamentando. Saiba mais.

ANSIEDADE, SÍNDROME DO PÂNICO E DEPRESSÃO

Ao ligar a TV, apenas notícias sobre mortes, desgraças e misérias. Poucos veículos preocupam em publicar notícias positivas, o que é caso do Portal SóNotíciaBoa.

Notícias ruins, em excesso, podem ocasionar em ansiedade, síndrome do pânico e depressão. Para quem está grávida, estes sentimentos podem passar para o feto. Para as lactantes, a ansiedade pode diminuir o leite materno.

Como identificar cada um?
ANSIEDADE – é causada devido a vários distúrbios que causam nervosismo, medo, apreensão e preocupação.
SÍNDROME DO PÂNICO – está ligado a ansiedade, na qual ocorre crises de desespero e medo de que algo ruim aconteça, mesmo que não haja perigo.
DEPRESSÃO – a depressão ela afeta negativamente como a pessoa pensa e age. Ela acaba causado tristeza e perda de interesse nas coisas.

COMO CUIDAR DA SAÚDE MENTAL NESTA QUARENTENA?

O isolamento social se faz necessário para evitar a expansão do Covid-19 neste momento. Porém, ele pode prejudicar o fator humano. Para que se evite doenças mentais, entretanto, procure:

1 – Desligar do noticiário;

2- Orar/rezar;

3- Reunir e dar atenção à família;

4- Testar novas receitas;

5- Fazer exercícios em casa;

6- Curtir a família;

7- Fazer um curso online;

8- Estabeleça uma rotina;

PARA FINALIZAR…

Dissemine apenas mensagens positivas, pois muitas pessoas podem estar sofrendo com desespero neste período.

Assim como Covid-19, não deixemos também que energias negativas se espalhem por aí. Leia a bíblia, ouça uma música bacana e converse com os amigos via WhatsApp.

Você também pode gostar...