Bebê e Criança

Sono do bebê: qual a melhor posição para ele dormir?

Sono do bebê

A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda que o bebê durma de barriga para cima.

Segundo estudos, esta posição diminui em até 70% o risco de morte súbita.

Esta, inclusive, é uma das principais causas de morte entre bebês de até um ano.

Cultura equivocada

No Brasil, é comum o hábito de colocar o bebê para dormir de lado, pois, para muitos pais, o risco de afogamento na posição para cima é grande. Entretanto, estudos apontam o contrário: que a posição mais segura é a de barriga para cima.

Sono do bebê

Objetos decorativos

Outra recomendação é deixar o berço livre de objetos que possam dificultar a respiração do bebê. Geralmente os pais decoram berços com almofadas, brinquedos ou cheirinhos, por exemplo.

Para que o sono do bebê seja tranquilo e com total segurança, este espaço deve ser aberto.

Publicidade
Continua após a publicidade..

Outras recomendações

Além de seguir as recomendações de médicos e entidades pediátricas, os pais precisam se atentar a outros cuidados:

  • Optar por uma superfície firme. É preciso procurar um colchão que ofereça segurança, tendo sido testado e aprovado. Este colchão precisa estar coberto por um lençol. É preciso evitar superfícies macias, como travesseiros.
  • Berço próximo aos pais. Isto significa que o bebê precisa estar próximo ao quarto dos pais, mas não na mesma cama ou sofá. Em vez disso, ele precisa dormir em berço, “moisés” ou cama auxiliar.
  • Monitorar a temperatura do quarto do bebê. Em outras palavras, nem muito quente e nem muito frio. Os ventiladores devem ser evitados. O berço precisa ficar distante da janela para evitar ventania.

Desafio de colocar o bebê na posição certa

Pode parecer impossível criar o hábito de o bebê dormir de costas. O fato é que muitos bebês tenham mais facilidade em dormir de lado ou de bruços. A boa notícia, é que com o tempo o bebê irá se acostumar. Afinal, no início tudo é mais difícil, mas fique claro que, acima de tudo, a recomendação do médico do bebê precisa ser respeitada.

Mariana Bastos Gomes Nolasco

37 anos, casada, residente de Itaperuna.

Possui Graduação em:
Estética (2008),
Nutrição (2013),
Atualmente cursando Medicina (término em 2024).

Pós-Graduação em:
Docência do Ensino Superior;
Nutrição Clínica Funcional e Fitoterapia;
Neurociêntista.

Membro da Associação Brasileira de Nutrição Materno Infantil (ABRANMI).

Formação complementar: Doula, Consultora de Sono Infantil, Educadora Parental Infantil, Consultora em Aleitamento Materno, Laser terapeuta, Costureira Industrial do Vestúario, Modelagem Feminina e Maquiagem Profissional.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *